Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

Toquinho compara Bossa Nova a mulher "formosa"

 

O músico Toquinho garante que a magia da Bossa Nova está em ser "uma mulher da rua, formosa e próxima a todos", um estilo musical que mistura vários ritmos, do jazz à música clássica.

Toquinho, que se apresenta nas Ilhas Canárias neste domingo, está em turnê por diversas cidades espanholas, nas quais relembra seus mais de 40 anos de carreira.

Em entrevista, o cantor assegura que não pertence ao grupo de músicos que, há 50 anos, rompeu com os ritmos que predominavam no Brasil e apostaram numa música diferente, liderada por nomes como Vinicius de Moraes, João Gilberto e Tom Jobim, entre outros.

"As pessoas costumam me associar à Bossa Nova, porque trabalhei muitos anos com Vinicius", disse. Em 1970, Toquinho foi convidado por Vinicius a acompanhá-lo em uma série de shows na Argentina, junto da cantora Maria Creuza.

Este foi o começo de uma relação profissional que durou onze anos e resultou em mais de 130 composições.

As apresentações na Argentina serão lembradas em uma homenagem que trará de novo Toquinho à Espanha em julho, e na qual possivelmente terá a companhia de Maria Creuza.

Sobre seu momento atual, Toquinho confessa que, após 43 anos de carreira e mais de 300 composições, a cada dia desfruta mais de seus shows.

O cantor também assegura que toca violão por três a quatro horas ao dia, porque deseja se apresentar cada vez melhor.

Em tom de piada, parafraseia seu pai, de 93 anos, e reconhece que tem dois objetivos na vida. Um é tocar cada vez melhor violão, o outro é não "criar pança" - dois propósitos que, por enquanto, vem cumprindo com rigor.

O músico paulista, de 62 anos, também reconhece que, quando sobe ao palco, é como se perdesse a personalidade e se adaptasse ao público presente.

Improvisa palavras e, por isso, seus shows nunca são iguais, principalmente porque Toquinho diz gostar de surpreender a si mesmo.

 

Fonte: Terra Música