Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Música do Brasil

Música do Brasil

Milton Nascimento: «Novas Bossas» regido por Jobim

Cantor apresentou novo disco no Porto
Tom Jobim
Milton Nascimento disse à Lusa, no Porto, ter inicialmente projectado o seu novo disco «Novas Bossas», totalmente preenchido com temas de António Carlos (Tom) Jobim, mas que o espírito do compositor, falecido em 1994, não deixou.

 

«A nossa intenção era que fosse todo feito com canções dele mas depois foi aparecendo um tema do [Dorival] Caymmi e outro do Vinicius [de Moraes] e outro e mais outro e acabamos a fazer um disco de novas versões de temas de bossa nova com poucas canções de Tom Jobim», explicou Milton Nascimento.

O cantor e compositor falava no Porto, onde apresentou à comunicação social o seu novo disco, gravado com o Jobim Trio, formado pelo pianista Paulo Jobim, filho de António Carlos Jobim, o baterista Paulo Braga e o contrabaixista Daniel Jobim (filho de Paulo e neto de António Carlos).

É Paulo Jobim que faz questão de contar que, um par de anos antes de morrer, a cantora Miúcha tinha a intenção de gravar um disco exclusivamente constituído com canções de Tom Jobim.

«Ela falou com o meu pai, ele concordou e os dois juntos começaram a trabalhar no disco mas a todo o momento era o meu pai que puxava canções de outros autores, Custódio Mesquita, Chico Buarque e outros, e experimentava com elas e, no fim, o disco saiu só com dois ou três temas dele», contou.

Jobim «influenciou» disco

Milton Nascimento tem a certeza que o mesmo aconteceu com este disco.

«Eu acho que foi ele lá em cima, onde quer que esteja, foi o maestro que esteve a reger tudo isso e a sugerir um tema e outro em vez dos dele, tal como sempre fazia», garante Milton.

Esta observação foi aprovada quase em coro tanto por Paulo como por Daniel Jobim.

«No fundo, no fundo, o maestro está lá em cima a mandar, grava esta, grava aquela, nós não ouvimos mas obedecemos», acrescenta Paulo Braga, o baterista que Paulo Jobim diz que «tocava com Milton já desde antes da chegada de [Pedro Álvares] Cabral ao Brasil».

 

Fonte: IOL Música

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.