Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

Paula Fernandes rebate críticas: "Sou profissional, isso incomoda"

 

São 9h30 da manhã e Paula Fernandes se divide entre duas funções. Com uma mão, capricha na feitura dos cachos do próprio cabelo; na outra, conversa com a reportagem do UOL. "Acho que é dom de mulher. A demanda é muito maior para gente", ela brinca.

O bom humor matutino tem razão de existir. Nos dias 15 e 16, ela grava um novo DVD, no Citibank Hall, em São Paulo. Promete convidado especial, uma produção mais clean --"para ressaltar a beleza da artista", ela observa --e figurino de roqueira.

Seria mais um passo para se distanciar do sertanejo que a lançou? "Eu tenho muito orgulho da minha raiz sertaneja, mas eu, como compositora, não posso me reprimir", explica, enquanto se prepara para gravar uma participação no programa "Caldeirão do Huck", na mesma Rede Globo que supostamente poderia puni-la na geladeira por reclamar do violão desafinado no "Domingão do Faustão". "Sinceramente, eu vejo isso coisa de gente à toa", rebate. "Sou profissional e isso deve incomodar".

É o momento em que ela dispara a falar mesmo, ainda que rindo. Critica quem cria fofocas, em especial uma montagem em que ela aparece ao lado da presidente Dilma Rousseff, como "prova" de seu apoio ao governo. "Eu não quero corrupção no poder, como qualquer brasileiro. A pessoa que está no poder tem que pensar no bem comum, e não no bem próprio".

 

UOL - Você está acostumada a grandes produções no palco. Como vai ser a gravação do novo DVD?

Paula Fernandes - Optei por figurinos mais clean, com a pegada mais rocker. Optei pelo preto. Eu tenho um histórico de shows mais cênicos e optei agora por algo mais enxuto para ressaltar a beleza da artista. Vai ter participação especial com Sandy, que vai cantar comigo uma música bastante importante para mim. Algumas inéditas, mas a base do trabalho é o CD "Amanhecer". Esse show começa com o anoitecer, passa pela madrugada e termina no amanhecer.

Em qual dessas três fases você funciona melhor?

Na madrugada. É o horário que parece que eu estou na solidão do mundo, sabe? É uma questão de energia, acho. Sou muito produtiva nessa hora.

Você foi ao show do Coldplay no no Rio de Janeiro. O pop está te influenciando cada vez mais?

Muito. Eu tenho muito orgulho da minha raiz sertaneja, mas eu, como compositora, não posso me reprimir. Eu sou muito eclética, ouço de tudo. Eu não tenho preconceito. Sou uma representante da música popular brasileira. Na hora da produção, a própria música pede o que deve ser feito com ela. Outras canções eu já acho que ficam melhores só com voz e violão. Simples assim.

Você costuma fazer uma maratona de programas, gravações de DVDs, lançamentos de discos. Como manter a criatividade e a liberdade artística com uma agenda apertada?

É bastante pesado. Não sei se isso é dom de mulher. A demanda é muito maior para nós. Enquanto eu falo com você, eu mexo no meu cabelo. Eu mesmo que faço minha maquiagem e meu cabelo. É um dom feminino. E eu também sou bastante disciplinada. Se eu não fosse, passaria aperto. Não sou uma mulher de desculpas, eu gosto de realizar e fazer bem feito.

 

 
Paula Fernandes participa do lançamento da campanha "Pela Consciência no Trânsito" com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, em Brasília, em 2012. O encontro foi utilizado como "prova de apoio" ao governo; Ela nega

 

Você ainda vai à Globo para gravar por lá, justo quando surgiu a história de que você poderia ir para a geladeira da emissora após reclamar do violão desafinado no Faustão.

Não entendi nada, sinceramente. Sempre fui bem recebida no Faustão. Existe muito respeito entre a gente. Minha relação com a Rede Globo sempre foi uma parceria produtiva e de respeito. Não entendi a falta de criatividade dessas pessoas que se dizem jornalistas. Acho muito indigno viver de invenção e fofoca. Não aconteceu nada, e eu não xinguei palavrão. Falei "caraca", que tem até em música. Tem gente dizendo que eu estou apoiando partido político.

É uma foto que você está ao lado da presidente Dilma Rousseff?

Uma foto de 2012 que eu participei de uma campanha contra acidente de trânsito. Fui lá em Brasília e ofereci minha imagem para conscientizar o quão importante é não dirigir bêbado. Mas pegam uma foto qualquer, fazem uma montagem. Está faltando o que fazer, né? Não apoiei nenhum tipo de partido, sempre tive essa conduta. Eu não quero corrupção no poder, como qualquer brasileiro. A pessoa que está no poder tem que pensar no bem comum, e não no bem próprio.

Quanto ao violão desafinado, é algo extremamente comum de acontecer.

Na verdade eu sou profissional, e isso deve incomodar (risos).

Foi um problema na passagem de som?

Eu acredito que, na hora de trocar o cenário, meu roadie afinou o violão, mas sempre está muito frio, né? Ele pode não ter conseguido [afinar] na hora de me entregar o violão, acho que esse foi o erro. Agora eu te dou certeza que era o ar-condicionado. Quando está muito quente também desafina. Sinceramente, eu vejo isso como coisa de gente à toa. É só um violão desafinado com uma cantora que falou "caraca". Tenho que achar graça (risos).

Você sabe que ultimamente tudo se torna viral, principalmente o que acontece na TV.

Pois é, tem tanta coisa importante para se dizer. Essa informação vai mudar a vida de quem? Ô, meu pai amado!

 

Fonte: UOL Música

Tati Quebra Barraco esbanja sensualidade em novo clipe; vem ver!

 

A funkeira Tati Quebra Barraco lançou, nesta semana, o clipe da música “Chama Sem Fim”, gravada em dueto com Mr Catra. A faixa integra o disco mais recente de Tati, “Se Liberta”, lançado em 2014.

No vídeo, a funkeira aparece com uma camisola preta sexy, em cenas de intimidade com o modelo e ator profissional Nido Barroso. “Eu fiquei um pouco tensa por ser um clipe sensual e por eu ter que dividir as cenas com o Nido. Mas, ele conversou comigo, me deixou tranquila e no final a gente teve um desempenho ótimo”, explica Tati.

Este é o segundo vídeo clipe da carreira de Tati Quebra Barraco. O primeiro foi lançado no início do ano passado. Curiosamente os dois foram gravados no mesmo dia, mas a divulgação deste último estava prevista somente para 2016. Autêntica e irreverente Tati acredita que o novo clipe irá chocar o público. “Nunca me viram desse jeito! Ainda mais contracenando com um ator e modelo. Vai impactar! Estou na expectativa”, comenta.

Dê o play e confira a faceta sensual de Tati Quebra Barraco:

 

 

Fonte: Cifra Club News

Ana Carolina & Seu Jorge pela primeira vez juntos em Portugal, para dois concertos

 

Ana Carolina e Seu Jorge estarão em Portugal, em Outubro, para pela primeira vez actuarem juntos, a 28 e 29 de Outubro no Meo Arena em Lisboa, e no Multiusos de Guimarães, respectivamente

Dez anos depois da actuação conjunta de dois dos grandes nomes da Música Popular Brasileira, o MEO Arena em Lisboa no dia 28 de Outubro e o Pavilhão Multiusos de Guimarães a 29 de Outubro recebem Ana Carolina Seu Jorge, juntos para um espetáculo que se prevê de grande qualidade.


Os seus caminhos artísticos cruzaram-se pela primeira vez, num projecto com apenas quatro apresentações ao vivo, mas que se transformou num enorme sucesso, com um CD e um DVD que chegaram aos primeiros lugares dos "tops musicais" do Brasil e Portugal e se transformaram num dos maiores recordistas de venda da música popular brasileira.

Desde 2005 este encontro ainda ecoa por todas as rádios, reflectido através de canções como "É isso aí", versão de Ana Carolina para o hit de Damien Rice "The Blowers Daughter" escrita para o filme "Closer", e até hoje um grande sucesso. Apesar do sucesso do espectáculo e do lançamento do CD e DVD, Ana e Jorge já tinham projectos a solo que não permitiram que fosse realizada uma tour de lançamento, com a reapresentação do espetáculo gravado.
A decisão confirmou-se como tendo sido a melhor, na época.

Durante os anos seguintes, Ana Carolina e Seu Jorge construíram cada um uma sólida carreira, com muitos sucessos, muitos prémios e principalmente, um imenso reconhecimento do público. Decorridos pouco mais de 10 anos, os artistas decidiram comemorar em grande estilo o seu encontro único, organizando em conjunto a tour que não foi possível realizar em 2005. O sentimento, o carinho e a alegria são exactamente os mesmos, prometendo neste novo encontro toda a energia e espontaneidade que marcaram o primeiro encontro da dupla há mais de 10 anos.

Dias 28 e 29 de Outubro de 2016, o duo Ana Jorge finalmente chega pela primeira vez a Portugal.

 

Fonte: Hardmusica

Criolo lança ‘Ainda Há Tempo’, releitura de álbum de estreia

 

O rapper Criolo lançou nesta sexta (8) o primeiro single da releitura de “Ainda Há Tempo”, álbum de estreia do rapper, que também ganhou uma turnê em comemoração aos 10 anos de lançamento.

A faixa escolhida é a que dá nome ao disco e nessa nova edição os produtores e beatmeakers escolhidos foram Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral. A dupla é parceira antiga de Criolo e assinou as produções de “Nó na Orelha” e “Duas de Cinco”.

O MC, cantor e compositor paulista Criolo iniciou sua carreira em 1989. Lançou seu primeiro disco Ainda há Tempo em 2006 e, em 2011, despontou no cenário musical brasileiro com Nó na Orelha

No ano passado, o rapper fez uma turnê e gravou um disco em homenagem à Tim Maia com Ivete Sangalo, além de ter composições registradas em álbuns de Ney Matogrosso, Tom Zé e Gal Costa

 

 

Fonte: Vírgula Música

Samuel Rosa e Lô Borges lançam DVD em parceria

 

Os mineiros Samuel Rosa (Skank) e Lô Borges (Clube da Esquina) estão lançando um DVD/CD gravado em agosto de 2015, junto com o canal Bis. A apresentação aconteceu no Cine Theatro Brasil, antigo Cine Brasil, ponto histórico cultural da capital de Minas Gerais. O DVD Samuel Rosa & Lô Borges Ao Vivo no Cine Theatro Brasil traz também o documentário “BH e a Música de Samuel e Lô” e já está disponível nas lojas. 

Os músicos queriam fazer um registro da parceria e das conexões da carreira de ambos e montaram um repertório cheio de clássicos, representando suas histórias no cenário musical do Brasil. O DVD traz canções de parcerias com Márcio Borges, Chico Amaral, Fernando Brant, Ronaldo Bastos, Nando Reis e Fausto Fawcett, além da faixas bônus “Lampejo”, composição inédita de Samuel e Nando Reis (ouça aqui), e a também inédita “Dupla Chama”, de Lô Borges e Chico Amaral. Clássicos dos grupos Clube da Esquina e Skank completam o setlist do show.

Fernanda Takai e Milton Nascimento fazem participação especial no DVD nas músicas “Balada do Amor Inabalável” e “Para Lennon e McCartney”. Samuel e Lô Borges anunciaram no programa “Bem Amigos!” (Sportv), que a turnê para divulgação do novo trabalho começa dia 15 de abril, no Rio de Janeiro.

 

 

 

Fonte: Reduto do Rock

Ivete Sangalo grava DVD Acústico com time de convidados

 

A cantora Ivete Sangalo vai gravar, nos dias 8 e 9 de abril , em Trancoso, na Bahia, o seu priemiro projeto acústico. As apresentações acontecerão no belo Teatro L’Occitane, um espaço a céu aberto situado entre falésias e Mata Atlântica, na Costa do Descobrimento.

O show contará com as participações ilustres dos cantores Luan Santana, Vitin (da banda Onze:20) e Hélio Bentes (Ponto de Equilíbrio), que dividem o palco com Ivete na sexta-feira (8). Já no sábado (9), a cantora baiana receberá um elenco kids: Julie de Assis, Luiza Prochet, Robert Lucas, Daniel Henrique, Luna Bandeira e Pérola Crepaldi, finalista e semifinalistas do time de Ivete no programa The Voice Kids.

O repertório desta gravação será composto por músicas inéditas e sucessos da carreira de Ivete Sangalo.

 

Fonte: Cifra Club News

Gusttavo Lima lança single “Que Pena Que Acabou”

A música faz parte do repertório do seu novo DVD “50/50”, gravado em Caldas Novas nos dias 25 e 26 de março. Em menos de 24 horas, a música já está entre as mais pedidas nas rádios do Brasil.

Além desta música, Gusttavo Lima apresentou diversas faixas inéditas no novo DVD. “Cidade Acordada”, “Abre o Portão Que Eu Cheguei”, “É Isso Que Cê Quer”, “Levanta A Mão Quem Tá Solteiro”, “Coração Não Mente”, “Você Sabe Que Eu Sou Seu” e “Bebendo Mais, Amando Menos” são algumas das músicas. As faixas expressam o lado romântico e o baladeiro do músico, representadas pelo nome 50/50.

 

Confira a letra da música “Que Pena Que Acabou” do cantor Gusttavo Lima

Que pena que acabou, oh, oh, oh, oh
E o meu coração chorou oh, oh, oh, oh
Que pena que acabou oh, oh!

Ai não tive coragem
De arrumar a cama
Que agente fez amor
Pela ultima vez, pela ultima vez

Seu cheiro esta entre os nosso lençóis
E na memória o calor do seu corpo
De baixo do cobertor
Que agente fez amor.

Será que você ainda pensa em mim?
Será que o nosso caso vai ter fim?
Que ouvir de você!
Eu preciso saber!

Independente da sua decisão
Quero falar do fundo do meu coração
Que valeu apena
Tudo que agente viveu

Que pena que acabou, oh, oh, oh, oh
E o meu coração chorou oh, oh, oh, oh
Que pena que acabou oh, oh
Mais ainda existe amor oh, oh, oh, oh
Que pena que acabou!

 

 

Fonte: Yhaa!

Fernando e Sorocaba divulgam “Rolo e Confusão”

Ainda esse mês, Fernando e Sorocaba lançará um clipe exclusivo nas redes sociais.
Com influências do sertanejo e de vaneira, a base da canção “Rolo e Confusão” é violão, sanfona e também elementos eletrônicos, marca registrada da dupla Fernando e Sorocaba.
A canção foi composta pelo Sorocaba em parceria com o Badeco, teve a produção do Ray Ferrari e foi toda gravada no FS Estúdios, na FS Produções Artísticas.

 

Hoje a molecada passou lá na minha casa

Para levantar minha auto-estima

Com uma caminhonete socada de gelada

Dois carros cheios de meninas

Bora encontrar com o povo

Que a festa já tá bombada

Chega de deprê

Tô pronto pra balada

Hoje tem rolo e confusão

Tiro, gritaria, bebo até raiar o dia

Toca moda que eu quero é moer

Hoje tem rolo e confusão

Tiro e gritaria

Agora eu esqueço de você

 

 

Fonte: Movimento Country

Cazuza, 58 anos; ouça 15 composições marcantes

 

Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza, faria 58 anos nessa segunda-feira (04/04).

Apesar da curta carreira – oito anos, contados do primeiro disco do Barão Vermelho até sua morte –, Cazuza deixou um legado para o rock nacional e para a MPB, sendo considerado até hoje um dos grandes poetas dos anos 1980. No total, Cazuza compôs 190 músicas.

Abaixo, você ouve 15 composições marcantes de Cazuza. Algumas na voz do próprio compositor, mas tem também Marina, Bebel Gilberto, Cássia Eller e, claro, Barão Vermelho.

Ouça aqui

 

Fonte: Billboard Brasil

Milionário e Marciano divulgam primeiro vídeo do projeto Lendas; veja!

O projeto musical capianeado pelos cantores Milionário e Marciano acaba de mostrar ao público uma amostra do DVD que os veteranos da música sertaneja gravaram juntos, “Lendas”. A dupla divulgou, nesta semana, um vídeo inédito das clássicas “Ainda Ontem Chorei de Saudade” e “Vontade Divina”.

Com produção de Fernando Zor, que faz dupla com Sororocaba, o show que deu origem ao DVD foi gravado no Citibank Hall, em São Paulo. Com direção artística de Marcos Frota, o tema central foi o circo, local onde Milionário e Marciano começaram a tocar com as suas duplas, há quase 50 anos. O Citibank Hall se transformou em um verdadeiro picadeiro, entre as músicas ou em paralelo, apresentações circenses aconteciam no palco.

Dê o play e confira o resultado:

 

 

Fonte: Cifra Club News 

Igor Menezes

Igor Menezes, violonista desde os 16 anos, com formação erudita e popular, apresenta como sua principal característica a versatilidade e a confluência multi-cultural de suas composições.

Suas influencias mais marcantes estão nos ritmos afro-brasileiros como o samba, o ijexá e o maculelê, o regionalismo da canção nordestina e os ritmos urbanos universais como o jazz e a bossa-nova. Outra característica marcante se encontra no lirismo simples, legítimo e abrangente de seus versos.

Nascido no estado de Sergipe, atualmente reside em Curitiba, estado do Paraná, onde participou de diversos festivais musicais como o Festival da Canção de Pinhais em 2010 e 2011, o Festival Juntando Gente em Curitiba em 2012, 2013 e 2014 e do Festival Mensagem de Apucarana em 2015 onde sua canção “Alquimia” em parceria com o músico Beto Pacheco, recebeu o prêmio de melhor Letra e Segundo Lugar Geral.

Ainda em 2014, foi convidado para participar da gravação do disco “Curitiba Canta Tatára” em homenagem ao poeta e compositor Curitibano João Gilberto Tatára, gravando a faixa “Jogo de Espelhos”.

Participa desde 2011 da Segunda Autoral, movimento que ocorre semanalmente em prol da Música Autoral Paranaense, coordenado pelo poeta Tatára, e que possui reconhecimento de alcance nacional.

"Lugar Nenhum" é o primeiro disco do compositor e violonista Igor Menezes. Tomando como base elementos orgânicos e afro-americanos, busca a valorização da sonoridade do violão e da poética inserida na música brasileira através de um lugar muito próprio, muito peculiar, característica de suas composições. Seja na força rítmica do afro-beat e do baião, no realce lírico do poema cantado da moda de viola, na força ancestral do samba em diversas vertentes ou na narrativa presente na mistura inusitada de polca e ska, o disco consegue transitar numa linha mestra sonora consistente, também obtida pela participação de instrumentistas de excelência. Almeja, desse modo, homenagear o que há de melhor na tradição da canção brasileira para se transmutar em novo lugar.

 

www.igormenezes.net.br/

 

Marisa Monte estreia single; vem ouvir “Nu com minha Música”

A cantora Marisa Monte lançou, nesta sexta-feira (1º), a música “Nu com minha Música”. A faixa estará no próximo álbum da artista, “Coleção”, previsto para 29 de abril. Composta por Caetano Veloso, a canção foi gravada por Marisa com participação de Rodrigo Amarante e Devendra Banhart para o projeto “Red Hot Rio + 2″, de 2011.

A faixa já está disponível para streaming ou download em todas as plataformas digitais. Dê o play e confira o resultado. Ouvir aqui.

 

Sobre o novo disco

“Coleção” é um baú de memórias musicais e afetivas de Marisa. Reunirá 13 músicas interpretadas por ela e nunca registradas em seus álbuns de carreira. São colaborações para trilhas sonoras, duetos ou gravações ao vivo reunidas em um único disco. O projeto especial abre uma espécie de arquivo de sua carreira. “Essas gravações e as parcerias que elas proporcionaram foram fundamentais na minha trajetória e influenciaram toda a minha produção solo. São canções que me orgulham muito, que estou assinando embaixo novamente”, conta Marisa Monte.

 

Fonte: Cifra Club News

Pág. 2/2