Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Música do Brasil

Música do Brasil

Música: Brasileiro Elomar, "genial", "criador de bodes e ovelhas", dá concerto na Guarda

O cantor, compositor e violinista brasileiro Elomar, considerado "um dos músicos mais influentes da Bahia" mas pouco conhecido em Portugal, dá sábado um concerto na Guarda, a convite do Teatro Municipal local.

Segundo Américo Rodrigues, director artístico do Teatro Municipal da Guarda (TMG), o músico "vem do Brasil, de propósito", para o espectáculo que terá cerca de 80 minutos.

O responsável disse hoje à Lusa que os concertos do músico mostram "uma atitude diferente do habitual", por rejeitar a exposição mediática, e é aguardado com alguma expectativa por parte da organização.

Elomar Figueira Mello, 70 anos, "é reconhecido como alguém muito importante no Brasil, um dos músicos mais influentes da Bahia, mas vive numa espécie de retiro" sendo "uma personagem enigmática, que vive para além da exposição pública".

"Vive numa fazenda do Estado da Bahia, é criador de bodes e de ovelhas", mas recusa exposição pública e "não dá entrevistas nem se deixa fotografar", contou, referindo que no concerto de sábado, com início às 21:30, no grande auditório do TMG, "não pode haver fotografias, nem registo de vídeo", explicou Rodrigues.

"É uma personagem longe da sociedade do espectáculo, uma personagem singular, longe de tudo, uma espécie de figura genial retirada", definiu ainda.

Para o director do TMG trata-se, finalmente, de "um homem de outro tempo e de outro mundo". Daí que considere "um acontecimento trazê-lo a Portugal".

Elomar "gravou quinze discos, tem 300 músicas gravadas e obra escrita mas, fundamentalmente, para grandes orquestras".

O cantor brasileiro "está rodeado de uma aura de inacessível e de anti-social", acentuou, adiantando que, para além do seu "cachet", impôs como condição "que eu o guiasse por sete castelos de Portugal".

Américo Rodrigues que, no domingo, vai levar o brasileiro a conhecer os castelos mais importantes da região, explicou que Elomar tem "um fascínio total por romances de cavalaria".

Apesar de ser um cantor "quase desconhecido" no nosso país, Américo Rodrigues espera que "as pessoas não o conhecendo, acreditem que é uma boa proposta e que não vão dar o seu tempo, nem o seu dinheiro, por perdidos".

"A função do TMG é tornar conhecido aquilo que ainda é desconhecido em Portugal, porque acreditamos na qualidade musical e na qualidade estética de Elomar", salientou em relação ao concerto que Elomar vai dar na Guarda, acompanhado ao violão clássico pelo filho, o maestro João Omar.

"Não estamos a contar com a sala esgotada mas gostaria que as pessoas que ainda não o conhecem, viessem ouvi-lo, dando uma espécie de benefício da dúvida a esta proposta do TMG e, julgo, que não se arrependerão", disse o director artístico do TMG.

 

Fonte: Notícias Sapo

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.