Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

Yannick Hara e Camila Brumatti lançam clipe de “Eu Ando Tendo Sorte”

O rapper Yannick Hara e a cantora Camila Brumatti lançaram nesta sexta-feira (25) o clipe de “Eu ando tendo sorte”, uma versão tributo aos 25 anos da banda Pato Fu. A faixa faz parte da coletânea “O mundo ainda não está pronto”, lançada em maio desse ano, que conta com dois discos recheados de versões de músicas produzidas por 30 artistas independentes nacionais.

A versão começa com Camila Brumatti entoando os primeiros versos de Fernanda Takai, com o áudio mais distante do que a original. Em seguida, Yannick Hara adiciona o rap à música, rimando sobre sobrevivência e sobre acreditar em seu próprio potencial mesmo tendo que conviver com pessoas falando o contrário. 

"Gravar a versão de Eu Ando Tendo Sorte foi uma das maiores bênçãos da minha vida. Transformar essa música em um rap foi um grande desafio. Senti nessa canção um chamado espiritual. Me identifiquei de primeira e quando enviei a referência para o Everton (produtor da versão) ele captou a energia e trilhou o caminho que percorri com a escrita e a levada. Foi sensacional", conta Yannick.

O curta foi dirigido por Seiji Hara e Henrique Ferraz, com o apoio da EDIFIER e da Subverse. A coletânea foi produzida por João Pedro Ramos (Crush em Hi-Fi) e por Rafael Chioccarello (Hits Perdidos) com o objetivo de homenagear a história do Pato Fu, que também costuma produzir versões irreverentes de outros artistas.

O design Pedro Gesualdi assina a arte da capa do disco duplo. O trabalho foi inspirou nos robôs do clipe da música Made in Japan (John Ulhoa e Mioshi, 1999).

Além de Camila e Yannick, a coletânea conta ainda com a participação de diversos artistas de todo país, como a banda carioca The Outs, a paulistana Antiprisma, Valciãn Calixto de Teresina, FELAPPI e Marcelo Callado de Niterói, Subcelebs de Fortaleza, entre outros. Todas as músicas estão disponíveis na internet através do site https://www.omundoaindanaoestapronto.com.br/  


Abaixo a lista completa de todos os músicos e bandas participantes:

Antiprisma (São Paulo/SP), Berg Menezes (De Recife/PE mas vivendo em Fortaleza/CE), Capotes Pretos na Terra Marfim (Fortaleza/CE), Der Baum (Santo André/SP) , Djamblê (Limeira/SP), Eden (Salvador/BA mas vivendo em São Paulo), Dum Brothers (São Paulo/SP), Estranhos Românticos (Rio de Janeiro/RJ), FELAPPI e Marcelo Callado (Niterói/RJ), Floreosso (São Paulo/SP), Gabriel Coelho e Renan Devoll (São Bernardo do Campo/SP), Gilber T e os Latinos Dançantes (Rio de Janeiro/RJ), Horror Deluxe (De Pouso Alegre (MG) mas vivendo em Taubaté/SP), João Perreka e os Alambiques (Guarulhos/SP), Lucas Adon (São Paulo/SP), Lerina (Santo André/SP), Mel Azul (São Paulo/SP), Molodoys (São Paulo/SP), Paula Cavalciuk (Sorocaba/SP), Pedroluts (São Paulo/SP), Serapicos (São Paulo/SP), Silvia Sant’an na (São Paulo/SP), Subcelebs (Fortaleza/CE), The Cabin Fever Club (São Paulo/SP), The Outs (Rio de Janeiro/RJ), Theuzitz (Jandira/SP), TucA e Thaís Sanches (Campina Grande/PB mas vivendo em São Paulo/SP), Valciãn Calixto (Teresina/PI), Venus Café (de Volta Redonda/RJ mas vivendo no Rio de Janeiro/RJ) e Yannick com Camila Brumatti (São Paulo/SP).     

 

Yannick

Nascido e criado no centro de São Paulo, Yannick é um rapper independente que não segue os padrões tradicionais do gênero. Enquanto a maioria dos MCs falam do dia a dia nas periferias, críticas ao sistema ou - até mesmo - sobre amor, festas e luxo, Yannick busca inspiração em mangás, animes e a cultura geek para escrever suas letras. Pouco a pouco, o artista vem crescendo e conquistando respeito do público e da crítica. Com o EP Também Conhecido Como Afro Samurai, por exemplo, realizou mais de 30 apresentações, incluindo uma performance no Estúdio Showlivre, um dos principais palcos da música indepe ndente brasileira. A pedido do Jornal Metro SP, o rapper resenhou a edição “Hip Hop Genealogia” que revê primórdios do gênero. Lançou o clipe de A Maldição da Bandana, com exclusividade pela Billboard Brasil e o lyric vídeo de Afro Vs Justice pelo Omelete. Foi notícia nos principais jornais do país como, por exemplo, O Estado de S. PauloJornal Estação e A Crítica (AM). Em 2016, foi indi cado ao Prêmio Pindorama na categoria “Aposta”. Participou da coletânea "O Mundo Ainda Não Está Pronto - Um Tributo ao Pato Fu", projeto que reuniu vários artistas de vários gêneros para homenagear os 25 anos da banda mineira. Yannick, junto com Camila Brumatti, fez a faixa "Eu Ando Tendo Sorte". 

 

YANNICK

Instagram

Facebook

YouTube

Spotify