Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

O folk rock se une a ritmos brasileiros no disco do Devonts

Devonts - Álbum Alguns Anos Daqui.jpg

 

A esperança em um futuro melhor é o tema do disco de estreia do duo de folk rock Devonts. O primeiro trabalho de longa duração, “Alguns Anos Daqui”, traz a união das principais influências da dupla, como o folk rock da década de 60 e ritmos brasileiros, misturando baião com rock n’ roll, violão erudito com zabumba e gaita. Essa originalidade rendeu canções que trazem reflexão sobre o tempo que vivemos e o que podemos aprender com ele.

 

Ouça “Alguns Anos Daqui”: http://spoti.fi/2vEzn8w

 

Guiados pelos acontecimentos sociais e políticos no país, Pedro Rui Von (voz, violões e gaita) e Denis Cruz (voz, bateria e percussão) compuseram as 11 faixas do disco voltadas para a valorização dos próximos passos, em um sentimento de expectativa. Entre as canções, o ouvinte vai reconhecer o single “Impressão Sua”, vencedor da categoria Melhor Letra, no 1º Festival de MPB de Atibaia (SP), realizado em 2015. O trabalho traz produção de Marcos Alma (Nheengatu Criações Sonoras), que acompanhou o duo de perto, inclusive durante os ensaios, criando assim uma atmosfera de cumplicidade entre banda e produtor. As canções contam também com Victor Rolfsen, no baixo; e Adriana Lombardi, no violoncelo, convidados em algumas faixas.

O Devonts traz em seu currículo os EPs “Renovação” (2014) e “Veias Abertas” (2016), que exploram os elementos do cenário alternativo e do folk, alternando com as influências literárias da dupla. É o caso do segundo trabalho, que teve inspiração na obra “As Veias Abertas da América Latina”, de Eduardo Galeano. Em ambos, um ingrediente se torna claro: a busca pela mistura do Brasil com a música folk americana, trazendo um tempero ao gênero.

Adiantando o clima do álbum “Alguns Anos Daqui”, a banda divulgou os singles “Quanto mais eu ando” e “Impressão Sua”, que apresentam o conceito e a sonoridade do trabalho. Quase artesanal, as etapas de mixagem e masterização foram feitas de modo analógico em Viena (Áustria), ou seja, levando o conceito inicial de “retorno às raízes” do disco para algo concreto.

“Começamos apenas com a ideia de tentar chegar a uma sonoridade original, percorrendo alguns caminhos pouco explorados musicalmente. Arriscar instrumentos bem distintos numa mesma harmonia, misturar baião com rock n' roll, e violão erudito com zabumba e gaita”, relembra Pedro.

Como trovadores do mundo moderno, os Devonts mesclam uma sonoridade intensa e orgânica, que remete às influencia de Simon & Garfunkel, Secos & Molhados e Mumford & Sons, mas sem deixar de lado canções que vão do pop ao alternativo, em uma construção sonora criativa e original.

 

Ouça “Alguns Anos Daqui”:

Spotify: http://spoti.fi/2vEzn8w

Deezer: http://bit.ly/AlgunsAnosDeezer

Google Play: http://bit.ly/AlgunsAnosGPlay

Tidal: http://bit.ly/AlgunsAnosTidal

Apple Music: http://bit.ly/AlgunsAnosApple

 

Acompanhe Devonts:

Facebook: https://www.facebook.com/osdevonts/

Site oficial: http://devonts.com.br