Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

Em novo CD, Zeca Pagodinho se renova mesmo ao repetir fórmulas

Como a indústria fonográfica sempre prefere os terrenos já conhecidos, a Universal escolheu "Poxa" (Gilson de Souza) para divulgar no rádio o novo CD de Zeca Pagodinho. "Cantor importante interpreta sucesso do passado" é umas das receitas preferidas das gravadoras.

 

A opção confortável esconde que, embora repetindo fórmulas de outros discos de Zeca, "Vida da Minha Vida" soa renovador graças à alta qualidade da maior parte do repertório.

O melhor exemplo é a faixa-título, uma lindíssima parceria de Sereno e Moacyr Luz que já apresenta duas características do disco: um Zeca de voz mais grave --combinação do passar dos anos de uma vida intensa com algumas interferências tecnológicas-- e a predominância de sambas românticos.

As dores de amores são muito bem cantadas em "Dolores e Suas Desilusões", de Monarco e Mauro Diniz, pai e filho, presenças tão certas nos discos de Zeca quanto a Velha Guarda da Portela, que faz o coro.

 

 

É também de amor que se fala em outras boas músicas que o sambista escolheu dentre as várias que seus compositores preferidos lhe oferecem: "Hoje Eu Sei que te Amo" (Nelson Rufino), "Pela Casa Inteira" (Almir Guineto e outros), "Desacerto" (Toninho Geraes e outros) e "Chama de Saudade" (Serginho Meriti e Beto Sem Braço).

O Rio e o samba são homenageados, respectivamente, na alegre "Quem Passa Vai Parar" (Efson, Marquinhos PQD e Carlito Cavalcanti), um dueto com Alcione, e na suave "O Som do Samba" (Trio Calafrio).

E nas reverências aos mestres: "Encanto da Paisagem" (de e com Nelson Sargento) e "Candeeiro da Vovó" (Dona Ivone Lara e Delcio Carvalho) --que Zeca emenda com "Orgulho do Vovô", singela lembrança (feita com Arlindo Cruz) de sua nova condição.

A fórmula só se mostra gasta nas faixas sobre "tipos": "O Puxa-Saco" (Alamir/Roberto Lopes/Levy Vianna) e "O Garanhão" (Zé Roberto). Mas essas costumam estar entre as mais populares dos CDs.

 

E quem mais do que Zeca entende do que o povo gosta?

 

Fonte: Folha Online