Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

Confira os vencedores brasileiros do Grammy Latino 2016!

 

O Brasil foi representado em 7 categorias específicas do Grammy Latino 2016 e ainda conseguiu levar 2 prêmios de categorias mistas – em que artistas de várias nacionalidades concorriam. O número é pequeno, mas reforça a força que o país tem em categorias distintas. Céu foi o grande destaque brasileiro na noite. A cantora venceu na categoria técnica de “Melhor Engenharia de Gravação” com seu Tropix e também o prêmio de Melhor álbum de pop contemporâneo em língua portuguesa - concorrendo com a lusitana Marisa, enquanto o bandolinista e compositor carioca Hamilton de Holanda levou a melhor na categoria Álbum instrumental.

Além desses artistas, Scalene e Ian Ramil representaram o rock brasileiro entre os vencedores da premiação (saiba mais aqui). Veteranos entre os indicados, Elza Soares, Paula Fernandes e Djavan também levaram a melhor. Confira abaixo a lista completa dos brasileiros vencedores:

 

MELHOR CANÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA
Amei te ver (Tiago Iorc)
Vidas pra contar (Djavan)
D de Destino (Almir Sater & Renato Teixeira)
Maior (Dani Black, part. Milton Nascimento)
Maria da Vila Matilde (Elza Soares)

 

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA
A Mulher do Fim do Mundo (Elza Soares)
Todo Caminho É Sorte (Roberta Campos)
Dilúvio (Dani Black)
Delírio (Roberta Sá)
Like Nice (Celso Fonseca)

 

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA POPULAR BRASILEIRA
Troco Likes (Tiago Iorc)
Território Conquistado (Larissa Luz)
Leve Embora (Thiago Ramil)
Mundo (Mariza)
Tropix (Céu)

 

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA DE RAÍZES BRASILEIRAS
No Forró Do Seu Rosil (Lucy Alves & Clã Brasil)
Heraldo Do Monte (Heraldo do Monte)
Cordas, Gonzaga E Afins (Elba Ramalho)
AR (Almir Sater & Renato Teixeira)
A Luneta E Tempo (Trilha Sonora Original De Alceu Valença, Alceu Valença)

 

MELHOR ÁLBUM DE ROCK DE MÚSICA BRASILEIRA
Manual (Boogarins)
Derivacivilização (Ian Ramil)
Éter (Scalene)
Canções De Exílio (Jay Vaquer)
Distante Em Algum Lugar (Versalle)

 

MELHOR ÁLBUM DE MÚSICA SERTANEJA
Amanhecer (Paula Fernandes)
Bar Do Leo (Leonardo)
divinha (Lucas Lucco)
Baile Do Teló (Michel Teló)
Sóis (João Victor)

 

MELHOR ÁLBUM DE SAMBA/PAGODE
De Bem Com A Vida (Martinho da Vila)

Notícias Dum Brasil 4 (Eduardo Gudin)
Tem Mineira No Samba (Corina Magalhães)
Na Veia (Rogê & Arlindo Cruz)
Sambas Para Mangueira (Varios Artistas)

 

MELHOR ÁLBUM DE ENGENHARIA DE GRAVAÇÃO
Delírio (Roberta Sá)
Like Nice (Celso Fonseca)
Magnética (María Toledo)
Samba De Chico (Hamilton de Holanda)
Tropix (Céu)

 

Fonte: Cifra Club News

Blitz lança música nova depois de seis anos... com paticipação de Zeca Pagodinho

 
Depois de seis anos sem novidades, a banda Blitz está de volta com disco novo. "Aventuras II" chega às lojas e serviços de streaming no dia 18 de novembro. A primeira das faixas a ser divulgada é "Fominha", que conta com participação do cantor Zeca Pagodinho.

"Zeca é um mestre e amigo reverenciado por nós e foi uma honra ter esse diálogo musical carioca na Blitz. Entre papos sobre Moreira da Silva fiz o convite e ele disse: 'Não precisa nem mandar a música já topei'", contou Evandro Mesquita.

O álbum "Aventuras II" foi gravado e produzido no estúdio Toca da Onça, no Rio de Janeiro, e a sonoridade mescla rock, pop, funk, reggae, samba e blues. Segundo a própria banda a ideia é resgatar a "originalidade trazida pela Blitz nos anos 80".

Além de Evandro Mesquita, a banda conta com Billy Forghieri (teclados), Juba (bateria), Rogério Meanda (guitarra), Cláudia Niemeyer (baixo), Andréa Coutinho (backing vocal) e Nicole Cyrne (backing vocal).
 
 
 
Fonte: Território da Música