Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Música do Brasil

Música do Brasil

Banda Scarceus

A história do SCARCÉUS começou com Henrique Papatella e Augusto Nogueira em Belo Horizonte e Conselheiro Lafaiete (MG). Os dois se conheceram através de suas famílias em 1994 e se identificaram logo de cara. Deste encontro surgiu uma parceria que foi se desenrolando ao longo dos anos. Boa parte do repertório que entraria no primeiro disco do SCARCÉUS surgiu nesse período.

O SCARCÉUS se completou com a entrada de Charles Schultz no baixo. O trio optou por não incluir um baterista na formação oficial em função do pouco tempo necessário para ensaios antes da gravação do disco de estreia.

Com esta formação o SCARCÉUS gravou seu primeiro álbum, "A Verdade" (1999). A bateria foi gravada por Jean Dolabella (ex-Sepultura). O CD foi muito bem recebido pela crítica. Faltava à banda se apresentar ao vivo para mostrar que os críticos estavam certos.

O grupo então caiu na estrada. Inicialmente utilizando uma série de bateristas convidados (Glauco Nastácia / Tianastácia e Jean Dolabella foram alguns deles) até o início de 2000, quando João Rodrigues se incorporou de forma definitiva ao SCARCÉUS para então iniciarem uma série de shows por todo o interior de Minas.

O ano de 2000 foi especial para o SCARCÉUS, que se classificou para o concurso "Escalada do Rock", que oferecia a uma banda iniciante a chance de se apresentar no palco principal do Rock In Rio III.

Em 2002, o SCARCÉUS já com um grande número de shows no currículo grava seu primeiro videoclipe, "Pecados", dirigido por Anderson Guerra. Ainda em 2002 Charles deixa a banda e é substituído por João Pinho. Estava pronta a formação que gravaria o segundo CD, "Todos os Céus".

"Todos os Céus" foi gravado entre abril e novembro de 2003 no Estúdio M.U.D, produzido pela banda e mixado / masterizado por Cláudio David (ex-Overdose). O disco obteve ótima repercussão de crítica e público.

Ainda em 2003 o SCARCÉUS se inscreveu no Kaiser Music Festival junto com outras 500 bandas brasileiras, classificando-se entre os 32 finalistas, sendo o único artista mineiro a conseguir esse feito. Após anos de sucesso pelas cidades mineiras o SCARCÉUS chegou a São Paulo para uma série de shows. A turnê por sampa em 2004 foi tão produtiva que fez com que o grupo passasse a dividir seu tempo entre a capital paulista e Minas Gerais.

Em meados de 2005 a banda entrou em estúdio para começar a produção do terceiro CD, "Tão Humano". As gravações foram realizadas por Augusto Nogueira, que assinou também a produção do disco. Esse trabalho veio consolidar definitivamente o SCARCÉUS com uma proposta séria mostrando maturidade musical e profissionalismo.

Nesse mesmo ano o SCARCÉUS se apresentou no Pop Rock Brasil para mais de 30.000 pessoas no estádio do Mineirão em Belo Horizonte após ter vencido um concorrido festival para bandas independentes.

Em 2006, após a turnê de lançamento do disco "Tão Humano", o SCARCÉUS lançou seu primeiro DVD "Scarcéus ao vivo - Atitude e Rock 'n Roll", dirigido por Dudu Freitas e Rafael Morais.

No início de 2008 O SCARCÉUS participou do Domingão do Faustão, vencendo o quadro "Pistolão do Faustão", sendo indicado pelo ator Malvino Salvador. A essa altura o atual baterista da banda, Alexandre Marques, já tinha assumido seu posto.

Ainda em 2008 o grupo lançou "A Mesma Moeda", o 4o. disco do grupo, e "Scarcéus ao vivo - Uma balada no interior", seu segundo DVD, com 10.000 pessoas cantando seus maiores sucessos, fortalecendo sua maior conquista: a intensa sintonia com seu público.

Nos anos de 2009 e 2010 o grupo buscou parcerias no meio musical e empresarial com o objetivo de se lançar nacionalmente.

Em 2010 o Scarcéus lança o clipe da música "Seu", gravado em cidades históricas de Minas Gerais com a participação dos atores Raphael Viana e Suzana Pires. Na ocasião os dois atores faziam um par romântico na novela Araguaia, da Rede Globo. O Clipe de "Seu" foi dirigido por Fred Mayrink.

O ano de 2011 foi marcado pelo lançamento do quinto disco do Scarcéus "Assim como você". Gravado e produzido pela própria banda, o álbum é basicamente uma coletânea, composto por 12 faixas, sendo 10 canções já lançadas e duas inéditas, "Tudo o que eu quero" e "Seja como for". O nome do disco foi escolhido por meio de uma promoção feita pela banda em redes sociais.

2012 foi um ano especial e muito ativo para o Scarcéus. Em janeiro a banda teve uma de suas músicas inserida na trilha sonora da novela "Malhação". "Be there as it may" foi trilha do casal protagonista, Alexia (Bia Arantes) e Gabriel (Caio Paduan). Ainda no início do ano o Scarcéus teve a canção "Meu chegado" como parte da propaganda institucional da TV Globo Minas, homenageando Minas Gerais e seu povo.

Em 20 e 21 de abril do mesmo ano o Scarcéus grava o seu terceiro DVD, "Rock é pedra, amor é love!". O DVD contou com a participação virtual de um dos ícones da música mundial, Milton Nascimento, que gravou "Minha sina". O DVD contou ainda com a participação de Guilherme de Sá (Rosa de Saron) cantando "Seu".

Ainda em 2012, aconteceu o lançamento do clipe de "O dia" que contou com a participação da atriz e cantora Mariana Rios.

No início de 2014 a banda recebeu a ‘incumbência’ de fazer duas versões de músicas já conhecidas para análise da produção da novela "Alto Astral" da TV Globo. As versões foram produzidas, mas infelizmente uma delas não foi liberada pelos autores. Já a outra acabou sendo aproveitada em seu formato original. Mas o grupo havia mandado também algumas músicas próprias e "Não quero olhar pra trás", uma das mais belas canções do SCARCÉUS, acabou agradando em cheio e foi escolhida para a trilha sonora da novela, pois sua mensagem tem a ver com um dos personagens da trama.

Em 2015 o SCARCÉUS chegou a 16 anos de carreira se preparando para a produção do seu sexto disco, quarto DVD, um curta-metragem e dois novos videoclipes.

O SCARCÉUS continua apostando em um trabalho que se comunique SIM com públicos diversificados, mas que dê chance para um envolvimento duradouro e principalmente com mais conteúdo. O Scarcéus aposta em uma carreira.

No processo de composição das canções deste sexto disco, o SCARCÉUS ressaltou que o importante é a MÚSICA. Pura e simples. Sempre vai haver espaço para a boa música, de qualquer estilo, que proporcione o prazer e a interação de pessoas, seja em qualquer nível, em qualquer segmento. Os últimos lançamentos do SCARCÉUS celebram isso. A música. Feita ontem, hoje e sempre...

FAÇA PARTE DA HISTÓRIA DO SCARCÉUS!

 

http://www.scarceus.com.br/