Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Música do Brasil

Música do Brasil

DVD traz Milton Nascimento na TV suíça


Show acústico com Wagner Tiso foi exibido em 1981


 

Um especial para a TV suíça com Milton Nascimento e Wagner Tiso ganha edição oficial em DVD. Gravado em 1980 e exibido em fevereiro do ano seguinte, chega com ótima qualidade de som e imagem pela gravadora Coqueiro Verde dentro da série I concerti live @ RTSI. O mesmo show já havia sido lançado com distribuição em bancas de jornais em edição não oficial.

O início da década de 80 foi uma época de grande importância para a música brasileira. Elis ainda estava viva, nesse ano estrearia o espetáculo O trem azul. Além dela as paradas de sucesso traziam nomes de Maria Bethânia, Rita Lee, Caetano Veloso, Joyce, Boca Livre, Fátima Guedes, Djavan, Angela Ro Ro e Gal Costa. O sucesso se estendia ao exterior, onde os artistas faziam turnês e lançavam seus discos. Milton fala sobre esse panorama em rápida entrevista publicada como extra: "A música brasileira é universal", resume.

O show, apresentado em estúdio para uma pequena platéia, traz treze números em formato acústico. Acompanhado apenas por seu violão e pelo piano parceiro de Wagner Tiso, Milton canta grandes clássicos como Travessia, Maria, Maria, Nada será como antes e Cravo e canela. Traz também a música Choro de mãe, composição de Wagner Tiso gravada pelo músico em seu LP de 1978, aqui em solo de piano.

No final Milton lembra que a Canção do sal foi sua primeira música gravada, em 1966. Antes de se despedir, porém, apresenta Dos cruces (na contracapa grafada como Dos cruzes). "Vou cantar uma música que não foi feita no Brasil mas que lembra todas as coisas, principalmente Minas Gerais", anuncia Milton antes de cantar a composição do espanhol Carmelo Larrea, que já havia gravado no histórico Clube da esquina, em 1972.

O DVD com o show de Milton Nascimento recupera em edição oficial um grande momento do artista, compondo seu repertório clássico e vivendo fase de muito sucesso. A mesma série I concerti live já trouxe especiais de Toquinho (solo) e um que juntava Toquinho a Tom Jobim, Vinicius de Moraes e Miúcha. A coleção forma uma biblioteca áudio-visual da história da música brasileira sob o olhar interessado do público europeu.

 

 

 

 

 

Fonte: Ziriguidum

1 comentário

Comentar post